Crônica: Quarta-feira de Domingo

clube dos cinco

Era uma Quarta-feira tão Domingo que os dias ficaram confusos.

A Segunda-feira, acostumada que estava a por ordem nos dias, deu chilique. Se recusava a ser algo tão prosaico como Sexta-feira.

O Sábado, mais habituado a certa bagunça dado que, de quando em vez, precisava trabalhar uma hora a menos ou a mais (sem ganhar hora extra) se resignou em ser a nova Quarta-feira.

A Terça-feira, amicíssima da Segunda-feira, surpreendeu a todos em reconhecer-se Sábado: cansou de ser um dia qualquer, queria ser amada.

A Quinta-feira, coitada, tão Sexta-feira em seu âmago, teve agravada sua crise de identidade, como seria uma Segunda-feira com todas suas responsabilidades?

A Sexta-feira, por sua vez, estava com a cabeça em outro planeta, e pensava que agora na Espanha a chamariam de Martes.

Acabou-se o turno da Quarta-feira e para aflição da Segunda-feira, a Quinta-feira estava assim com um jeitão da própria Segunda-feira.

As coisas só se acalmaram quando, no dia seguinte, a Sexta-feira não amanheceu Terça-feira, mas Sexta-feira mesmo, tão ovacionada como era de praxe. Foi um alívio para todos, exceto para Quarta-feira, que sentia o seu coração palpitar por Domingo.

(imagem meramente ilustrativa)

Anúncios


Categorias:Crônicas e Artigos

Tags:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: