Crônica – E se tivéssemos todos duas vidas?

duas vidas

Cena do filme Duas Vidas (2000).

Seria mais fácil se todos nós tivéssemos duas vidas, não uma após a outra, mas duas paralelas, como nas ficções científicas onde uma viagem ao passado cria duas linhas temporais. Nesse sistema, do lado de cá seria possível ver o que acontece do lado de lá e do lado de lá seria possível ver o que acontece do lado de cá. Uma seria a vida verdadeira e a outra seria a vida prática.

A vida verdadeira seria a da Eterna Infância, onde a gente não sentiria calor nem frio, nem falta de dinheiro, nem fome, não haveria heróis a quem louvar, nem desemprego, nem injusta distribuição de renda, e a chuva não nos griparia, por que tomar banho de chuva seria compromisso inalienável assim que a primeira gota caísse.

Já na vida prática, teríamos que aprender o abecedário, para entrar na escola, pra fazer faculdade depois, e arranjar um emprego, e casar, e ter filhos para que nossos filhos não estudem em uma escola pública, mas numa particular, que lhes dará direito de entrar numa boa faculdade e arranjar um bom emprego e assim por diante. Seria a vida da resignação e do sexo ruim, das guerras e das fomes que resultam em conversas xoxas em bebedouros.

E que, ao final, olhando-se no espelho a Eterna Criança e o Velho se reconhecessem e chorassem e dissessem “você fez um bom trabalho”, “ora, que é isso, não chego aos seus pés”, “deixa disso, homem, você fez mais do que pode”. E, pronto, tudo estaria resolvido, por que tudo seria completo e satisfatório. Não haveria limbo nem purgatório, nem céu nem inferno, por que as questões espirituais e cotidianas estariam todas resolvidas aqui.

Mas isso não existe… como disse – é coisa de cinema.

 

Anúncios


Categorias:Crônicas e Artigos

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: