Os melhores filmes da década e onde assisti-los: ano de 2013

A década de 2010 está chegando ao fim, ou seja, chega a hora de a gente revisitar nossa história e avaliar o que houve de bom ou de ruim. Portanto, vou criar um pódio aqui no site com os três melhores filmes de cada ano, para em dezembro fazer um Top 100 da década. Dito isso, vamos ao que interessa, os três melhores filme de 2013:

Medalha de Ouro: Ela (Spike Jonze)

Her.jpg

“Tornou-se espantosamente óbvio que nossa tecnologia tenha excedido nossa humanidade” – Albert Einstein.

Não houve melhor romance em 2013 do que o encantador Ela de Spike Jonze. É sobre um escritor no futuro, Theodore (Joaquin Phoenix, insuspeitavelmente adorável), que se apaixona por seu novo sistema operacional, na voz rouca e sexy de Scarlett Johansson (podemos culpá-lo?). O filme não é uma crítica ao crescente isolamento provocado pelo excesso de tecnologia, como pode parecer a princípio, mas apenas uma história de amor. E aí reside seu grande charme. As razões do amor que a própria razão desconhece fazem sentido quando testemunhamos o desenvolvimento deste relacionamento platônico, sem carne e sem a insanidade que geralmente vem com essa carne. Na visão de Jonze, embora a tecnologia esteja mediando nossas vidas a um ritmo acelerado, nós sempre retornaremos a um impulso pessoal para amar e ser amado. Mesmo que Sam, o sistema operacional intuitivo, permita o sexo mental, até mesmo essa atividade é abstrata, permitindo-nos perceber como a conexão com um ser humano vivo ainda está na mente. Tecnicamente, o filme é irrepreensível: o design de produção, a direção de arte e os cenários são memoráveis: cheios de luz confortável, prédios envidraçados com vista para a cidade e móveis modernos, mas aconchegantes. Um filme que entende, portanto, que a fusão de tecnologia e arte não é uma batalha, mas uma colaboração que nos ajuda a entender o intrincado funcionamento da emoção humana.

“Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível da magia” – Arthur C. Clarke.

Onde assistir: torent em sites de torrents e legendas no legendas.tv

Medalha de Prata: O Menino e o Mundo (Alê Abreu)

Eu fiquei tão estupefato com a beleza desa animação brasileira que tive que assistir pela segunda vez para entender do que se tratava. É doce, bonito e quase sem palavras, contando a história encantadora, cativante e às vezes triste de um menino da roça procurando seu pai que se mudou para a cidade grande para ganhar dinheiro para a família. Muito bem sucedido na sua proposta, Alê Abreu – devidamente indicado ao Oscar – pintou com as próprias mãos imagens que são surreais, maravilhosas e estranhas, e que nem sempre fazem sentido literal. Exatamente como imaginar como o mundo moderno de alta tecnologia pareceria para um garotinho caipira. São obras como O Menino e o Mundo, que ainda me fazem ter um pouquinho de empatia pelo povo brasileiro, que nos decepcionou e ao mundo desde 2013.

Onde assistir: Youtube – bit.ly/2PsOGeh

Medalha de Bronze: Antes da Meia Noite (Richard Linklater)

Que Universo Marvel, que nada! Sou fã mesmo do universo do Antes, criado por Linklater, em parceria de alma com os atores Ethan Hawke/Jesse e Julie Delpy/Celine, ambos também roteiristas dos dois últimos filme. Iniciada em 1995, com Antes do Amanhecer, seguiu em intervalos regulares de nove anos com Antes do Pôr do Sol e Antes da Meia Noite, mostrando as fases do relacionamento entre uma francesa idealista e um americano boa praça.

O que me fascina na trilogia é a simplicidade. Muita gente acha tedioso uma história com apenas duas pessoas andando e conversando, mas, a meu ver, ela oferece uma sensação de alívio. Muito do que Jesse e Celine falam sobre amor, família, sociedade, faculdade, trabalho e amizades, especialmente nos dois primeiros longas, é o que penso. São pontos de vistas ora inocentes, ora erráticos, ora esperançosos, mas sempre sinceros que, de um modo ou de outro, dialogam com nosso tempo pela universalidade das colocações. Logo, é simplista falar que os dois estão apenas andando e conversando, quando, na verdade, estão se conhecendo e se conectando, sempre em movimento, condição fundamental da sétima arte. Por esse, fiquei um pouco queixoso quando fui assistir Antes da Meia Noite no cinema, pela quantidade de personagens que eles inserem na trama, o que impede que o filme flua como uma conversa simples e também por que Jesse e Celine estavam agora quase quarentões e cheios de amargura. Não havia a doçura dos filmes iniciais. Eles brigavam, gritavam e se ofendiam. A cena da discussão do relacionamento no motel, após o desgaste de nove anos de casamento, foi uma lavagem de roupa suja cruel demais para mim. E a reconciliação no final apenas por que “a vida real é assim”, como Jesse diz, fica presa na garganta. Não estava lá a promessa do reencontro dentro de seis meses, que havia em Antes do Amanhecer. Não estava lá Celine cantando e avisando Jesse que ele iria perder o vôo, e ele dizendo “eu sei”, por que havia escolhido ficar com ela, como em Antes do Pôr do Sol.

Não era bem o filme que queria, mas não o classifico como ruim, longe disso, é sensacional, é um choque de realidade. Esperava, é claro, os dois casados e felizes, filosofando barato como no primeiro filme, mas o diretor e os atores meio que nos avisam que uma hora a realidade aperta. Antes deixar de flanar e pôr os pés no chão do que viver solitário, remoendo os traumas do passado. Magnifico! (texto adaptado desse texto aqui).

Onde assistir: torent em sites de torrents e legendas no legendas.tv

Menções Honrosas de 2013 – O Ciúme, Azul é a Cor Mais Quente, Gravidade, O Passado, Blue Jasmine, Tangerinas, O Lobo Atrás da Porta, A Imagem que Falta, Um Estranho no Lago, Jovem e Bela, A Fotografia Oculta de Vivian Maier, Locke, Entre Nós, Philomena, A Pele de Vênus, Nós Somos as Melhores!, Pais e Filhos, O Homem Duplicado, Questão de Tempo, Até o Fim, Rush, Nebraska, Família do Bagulho, Capitão Philips, Os Suspeitos, Álbum de Família, O Lobo de Wall Street, Guerra Mundial Z, Clube de Compras Dallas, Vale do Pecado, Uma História de Amor e Fúria, O Congresso Futurista, O Expresso do Amanhã, O Grande Gatsby, Os Croods, Frozen, Queda Livre, Amante à Domicílio.

Leia Também:

Anúncios


Categorias:Cinema, Listas

Tags:, , ,

3 respostas

  1. Lista interesante, foi um ano mt bom! Mas e “12 Anos de Escravidão”, pq ficou de fora?

    Curtido por 1 pessoa

    • Acho um porre. Queria gostar, mas não me desce. Obrigado pelo comentário, é raro!

      Curtir

      • Poxa, que pena! Gosto muito desse filme, emocionalmente é uma das experiências cinematográficas mais densas que tive nos últimos anos
        De nada, acompanho o trabalho no Instagram há algum tempo e to gostando bastante do site!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: