Os contos de “A Balada de Buster Scruggs” do melhor para o pior

The-Ballad-of-Buster-Scruggs-Ending-Explained

Lançado pela Netflix, o filme é dividido em cinco histórias escritas por Ethan e Joel Coen há mais de vinte e cinco anos, e no conto de Jack London, “Todo o Ouro do Desfiladeiro”. Em comum, o tema do faroeste em todas as suas formas, todos conectados pela morte direta ou indiretamente. De modo geral, a experiência é positiva, como se fosse um Relatos Selvagens do velho oeste, mas assim como o filme de 2014, os contos são irregulares e merecem ser avaliados separadamente, do melhor para o pior:

A Garota que se Atrapalhou

Zoe Kazan brilha como a garota que viaja em uma caravana pelo deserto e ver sua sorte mudar após a morte do irmão que a acompanhava. Acho sagaz da parte dos Coen fazer deste o quinto conto. Eles brincam com o público encaminhado a história a um final reconfortante, porém, como já havíamos assistido os quatro contos anteriores antevemos que provavelmente não vai terminar muito bem. Impossível desgrudar os olhos até o desfecho, no qual as expectativas são atendidas brilhantemente. Excelente. Nota: 8.5/10

Todo Ouro do Desfiladeiro

O quarto conto é de uma preciosidade incrível. Com fotografia exuberante e menos árido que os outros. Tom Waits segura o segmento praticamente sozinho como o garimpeiro obstinado que não vai desistir tão fácil da mina de ouro que encontrou. Nota 8/10

Perto de Algodones

James Franco quer assaltar um banco, mas antes vai ter que enfrentar o tresloucado bancário e suas panelas. Simples assim. É o mais divertido dos contos, que remete muito aos faroestes spaghettis de Sergio Leone. Para quem gostou, recomendo firmemente a Trilogia dos Dólares (Por um Punhado de Dólares, Por uns Dólares a Mais e Três Homens em Conflito). Nota 8/10.

Vale Refeição

A intenção do último conto era ser horripilante, mas este terceiro consegue ser bem mais assustador devido ao seu final perverso. Liam Neeson interpreta o dono de um teatro itinerante, cuja única atração é Harrisson (Harry Melling, o Duda Dursley de Harry Potter!), um jovem sem braços e pernas que recita clássicos da literatura. A situação financeira dos dois está periclitante e vai sobrar para o lado mais fraco, é claro.  Nota: 7,5/10

Os Restos Mortais

Cinco estranhos numa diligência dividem acaloradamente suas opiniões sobre temas como moralidade e o bem e o mal. A história termina de forma macabra, mas muito confusa, quando eles chegam ao destino final. Me pareceu meio apressada como que para terminar o filme logo. Nota: 6/10

A Balada de Buster Scruggs

O conto que dá o título ao filme é cansativo, com um protagonista irritante e músicas chatas. Nota: 5/10

Nota Geral: 7.1/10

Anúncios


Categorias:Cinema, Críticas, Listas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: