“Elite”, da Netflix, é bem melhor do que deveria ser

Desconsiderando que os protagonistas têm 16 anos, cara de 20 e poucos e maturidade sexual de 40 e tantos – exceto por uma personagem, que transou duas vezes, em uma contraiu HIV e na outra engravidou – dá pra se divertir bastante com Elite, nova série adolescente para maiores de 18 anos da Netflix.

O suspense gira em torno da morte misteriosa de Marina (María Pedraza), uma das alunas mais inteligentes do colégio Las Encinas, freqüentado pelos filhos da elite espanhola.  Todos são suspeitos, incluindo Samuel (Itzan Escamilla), Nadia (Mina El Hammani) e Christian (Miguel Herran), que após a destruição da escola pública onde estudavam são enviados para Las Encinas e entrarão em um conflito de classes com os jovens ricos.

A tensão crescente e bem construída, alimentada pela discussão sobre a divisão social, faz com que a série seja bem melhor do que deveria ser para uma série adolescente. Como um dos personagens bem lembra, a plebe e a realeza só ficam juntos mesmo nos filmes da Disney e é interessante que, imagino eu, a série seguirá com essa discussão na segunda temporada já confirmada. Uma obra, seja filme ou série, sempre ganha em respeito quando não se contenta em ser apenas o que se espera delas. Aqui, no caso, esperava algo bem mais banal e me surpreendi, acho que o uniforme parecido com o do RDB contribuia para o pré-conceito.

Em tempo: a Netflix parece estar bem aprumada com seus consumidores da língua espanhola, ao contrário dos seus conteúdos que não empolgaram muito ainda em língua portuguesa. Digo isso por que recomendo também o novelão viciante A Casa das Flores (do México, claro). Seria pedir muito para produzir melodramas mais complexos como estes no Brasil também?

Anúncios


Categorias:Críticas, Televisão

Tags:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: