Como imaginaria uma possível continuação para a “Trilogia do Antes”

Before-Trilogy-620x362

Das séries de cinema, sou muito fã da trilogia do Antes, de Richard Linklater, em parceria de alma com os atores Ethan Hawke/Jesse e Julie Delpy/Celine, ambos também roteiristas. Iniciada em 1995, com Antes do Amanhecer, seguiu em intervalos regulares de nove anos com Antes do Pôr do Sol e Antes da Meia Noite, mostrando as fases do relacionamento entre uma francesa idealista e um americano boa praça.  

Como fã é gente besta, eu fico conjecturando sobre a possibilidade de um quarto filme. O Ethan Hawke já declarou que existe a possibilidade de um novo longa em 2022, exatos nove anos após o último. Mas em qual cidade da Europa se passaria? Como se chamaria: Antes das 2 e 37 da Manhã? Antes da Madrugada? Antes do Fim do Mundo? Não sei, mas pagaria pra ver.

Bem, para esclarecer o título do post, preciso antes explicar o que me fascina na trilogia. Em uma palavra: simplicidade. Muita gente acha tedioso uma história com apenas duas pessoas andando e conversando, mas, a meu ver, ela oferece uma sensação de alívio. Muito do que Jesse e Celine falam sobre amor, família, sociedade, faculdade, trabalho e amizades, especialmente nos dois primeiros longas, é o que penso. São pontos de vistas ora inocentes, ora erráticos, ora esperançosos, mas sempre sinceros que, de um modo ou de outro, dialogam com nosso tempo pela universalidade das colocações. Logo, é simplista falar que os dois estão apenas andando e conversando, quando, na verdade, estão se conhecendo e se conectando, sempre em movimento, condição fundamental da sétima arte.

trilogia

Os dois primeiros filmes tem em comum o romantismo escapista.

Pelos motivos acima citados, fiquei um pouco queixoso quando fui assistir Antes da Meia Noite no cinema (na ocasião, três adolescentes barulhentos ficavam atrapalhando a sessão e gritando como o filme era um porre), pela quantidade de personagens que eles inserem na trama, o que impede que o filme flua como uma conversa simples e também por que Jesse e Celine estavam agora quase quarentões e cheios de amargura. Não havia a doçura dos filmes iniciais. Eles brigavam, gritavam e se ofendiam. A cena da discussão do relacionamento no motel, após o desgaste de nove anos de casamento, foi uma lavagem de roupa suja cruel demais para mim. E a reconciliação no final apenas por que “a vida real é assim”, como Jesse diz, fica presa na garganta. Não estava lá a promessa do reencontro dentro de seis meses, que havia em Antes do Amanhecer. Não estava lá Celine cantando e avisando Jesse que ele iria perder o vôo, e ele dizendo “eu sei”, por que havia escolhido ficar com ela, como em Antes do Pôr do Sol.

Não era bem o filme que queria, mas não o classifico como ruim, longe disso, é sensacional, é um choque de realidade. Esperava, é claro, os dois casados e felizes, filosofando barato como no primeiro filme, mas o diretor e os atores meio que nos avisam que uma hora a realidade aperta. Antes deixar de flanar e pôr os pés no chão do que viver solitário, remoendo os traumas do passado.

6hzK.gif

O terceiro filme é real demais.

O que estarão fazendo Jesse e Celine hoje em dia? Como estarão em 2022? Provavelmente divorciados. Como já os considero meus amigos, na minha fantasia, os dois estarão reconciliados e divagando sobre as vantagens e frustrações dos 40 anos de idade, de preferência batendo perna, sozinhos, em alguma cidade européia. Eles ainda aguentarão?

Anúncios


Categorias:Cinema, Crônicas e Artigos

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: