Abaixo às minissaias: uma distopia

Wonder-Woman-1

Foge! Foge, Mulher Maravilha!

A ciência confirmou: são as minissaias que geram os assédios***. Preocupados com o bem-estar social, os nossos governantes aprovaram, com apoio do povo, o fim da minissaia. A partir de então, às mulheres serão permitidas apenas saias não muito apertadas e abaixo do joelho. A sociedade respirou aliviada.

Mas, eita nóis, olha essas pernas de fora, exibindo a carne que a saia-padrão esconde. Melhor aumentar o tamanho delas para evitar o perigo da devassidão moral. O povo aplaudiu. Projeto aprovado, saias devem ser usadas até os calcanhares e teje dito!

Só que é preciso fazer alguma coisa a respeito do colo, o sagrado par de seios que servem apenas para jorrar o néctar da vida. Que motivos para exibi-los? Tampam-se os peitos. Proíbe-se o tomara-que-caia, por que vai que cai, né, imagine o horror. Faz assim, cobre os braços também, não custa nada. Pronto, estamos são e salvos.

Huum, mas olha esses lábios pintados de vermelho, são o estopim para minha libido, se ao menos tivesse autocontrole. Como não tenho, o jeito é banir o batom bem como qualquer tipo de maquiagem. Pela família. Pelos bons costumes.

Agora que o assunto foi resolvido, as mulheres podem assistir desfiles de moda tranquilamente na TV, como uma boa mulher, mas só as passarelas do Oriente Médio. Queremos que elas vejam a nova coleção de burcas primavera-verão.

***(Post cheio de ironia imaginado após a publicação da frase “Violência gera violência”, do filme Laranja Mecânica (1971), de Stanley Kubrick, na página do Instagram, que gerou o comentário: “se for assim, são minissaias que geram assédio”.)

Anúncios


Categorias:Crônicas e Artigos

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: