Quem é a verdadeira heroína de Vicky Cristina Barcelona?

Narrativamente falando, a jornada do herói no cinema deve ser transformadora. É salutar que ao final do filme, os personagens principais estejam em um patamar diferente daquele inicial na história. Após a resolução das crises, é ideal que tenham passado por uma mudança radical que os conduzirá de volta a um lugar seguro, corrigidas as falhas do passado. Desesperador, portanto, é o destino dos personagens principais de Vicky Cristina Barcelona, de Woody Allen, que não aprendem nada ou quase nada em sua jornada.

Na quadrilha amorosa do cineasta, a volúvel Cristina (Scarlett Johansson) está disposta ao sexo sem compromisso com o caliente Juan Antonio (Javier Bardem), ex-marido da insana Maria Elena (Penélope Cruz), que lhe cravou uma faca nas costas. Juan Antonio deseja que a careta Vicky (Rebecca Hall), amiga de Cristina, participe do rolo, mas ela está noiva de Doug (Chris Messina), que não tinha entrado na história.

O filme de 2008 ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme de Comédia e o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante para Penélope Cruz. A personagem de Cruz realmente rouba a cena, com seu jeito passional e delirante, e por, em certo momento da trama, protagonizar uma cena de ménage com Javier Bardem e Scarlett Johansson. São estes os fatores que fazem o filme ser lembrado hoje em dia, mas injustamente ofuscam o ponto principal do filme: a Vicky de Rebecca Hall.

Vicky é a verdadeira heroína da história. Provo: enquanto Maria Elena e Juan Antonio começam e terminam o filme às turras e Cristina não evoluiu nada na sua jornada cultural e pessoal em Barcelona, Vicky termina o filme com olhar desesperado, porque descobriu que há mais na vida do que um futuro planejado e seguro. Há sabor, há sol, há desejo, há Barcelona. Certo, ela não tem coragem de dar um passo adiante e cancelar o noivado sem graça, mas internamente nunca mais será mesma pessoa. E é isto que o cinema de Woody Allen gosta de mostrar: como é angustiante a eterna insatisfação do ser humano.

Anúncios


Categorias:Cinema, Críticas

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: