Era Uma Vez em Hollywood: o que esperar do novo filme de Tarantino?

Cinéfilo de raiz já anotou na agenda o dia 26 de julho de 2019 como data de estréia de Era Uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino, um dos cineastas mais prestigiados da atualidade.

A sinopse oficial ainda não foi divulgada, mas por enquanto sabemos que narrará a historia de um ator de televisão (Leonardo DICaprio) e seu dublê (Brad Pitt), que  embarcarão em uma odisséia na indústria cinematográfica durante os assassinatos de Charles Manson em 1969, na cidade de Los Angeles.

A expectativa é alta. Abaixo, listamos alguns porquês para o filme está sendo tão aguardado.

Um encontro lendário

Capturar

Não se fabricam mais astros de cinema como na era de ouro de Hollywood. Culpa da televisão e dos streamings? Culpa dos próprios atores que deixaram de ser carismáticos? Culpa da internet, onde qualquer pessoa por mais sem charme que seja pode ser célebre? Culpa dos estúdios que não se interessam mais por um star system? Ou culpa de todos esses fatores? O fato é que Brad Pitt e Leonardo DiCaprio são dois remanescentes de uma época que acabou, na qual dois atores exclusivos das grandes telas são populares a ponto de terem rosto e nome conhecidos pelo mundo todo, não só no clubinho dos cinéfilos.

Dois símbolos de Hollywood juntos pela primeira vez, em um filme sobre Hollywood, capazes de criar expectativa pela mera presença e de elevar a história criando personagens icônicos. Ou vai me dizer que nunca ouviu falar de Tyler Durden ou Jack Dawnson? De Benjamin Button ou do grande Gatsby? Nas mãos do próprio Tarantino, eles deram a luz ao Tenente Aldo Reine em Bastardos Inglórios e ao terrível Calvin Candie de Django Livre. Vai ser lendário, meus amigos!

Polêmicas

maxresdefault

Sharon Tate e Roman Polanski.

É o primeiro filme do cineasta após as ondas de escândalos sexuais que vêm agitando Hollywood desde 2017 e que provocou a queda de Harvey Weinstein, produtor dos longos anteriores de Tarantino. Uma Thurman abriu o bico sobre os bastidores de Kill Bill, contando sobre os assédios que sofreu nas mãos de Weinstein e também sobre um acidente gravíssimo que sofreu durante as filmagens e foi “abafado”. Além disso, o diretor já avisou que o assassinato de Sharon Tate, atriz que era noiva de Roman Polanski à época de sua morte, em 1969, é pano de fundo da história. Como se sabe, devido ao seu crime de estupro de uma menor nos anos 80 e sua subseqüente fuga para a Europa, Polanski é fugitivo oficial e persona non grata em Hollywood, ainda mais agora que foi expulso da Academia do Oscar. Que importância e como Polanski será retratado na história, se é que seja retratado?

Todas estas histórias são espinhosas. Podemos esperar ouvir falar delas à época de lançamento. Mas que influência terão no julgamento final do filme em si?

Elenco estelar

once-upon-a-time-cast

Todo mundo quer trabalhar com Tarantino, é certeza de obra-prima no currículo. Olha só quem também está confirmado no elenco, além dos dois astros citados acima: Margot Robbie (Eu, Tonya), Timothy Olyphant (da série Santa Clarita Diet), Damian Lewis (da série Billions), Luke Perry (da série Riverdale), Clifton Collins Jr. (Círculo de Fogo), Keith Jefferson (Os Oito Odiados), Nicholas Hammond (Stealth – Ameaça Invisível), Emile Hirsch (Drama em Família), Dakota Fanning (Tudo que eu Quero) e…  Al Pacino! Será o retorno da lenda aos holofotes e tapetes vermelhos?

Um novo Pulp Fiction

samuel-l-jackson-pulp-fiction-1994-black-perry-ellis-screen-worn-used-movie-prop-hero-suit-jacket-pants-w-coa-starwearstatus-com_

Na CinemaCon, que aconteceu entre os dias 23 e 26 de abril, no Caesars Palace, em Los Angeles, Quentin Tarantino declarou que o novo filme é o mais próximo de Pulp Fiction que ele já fez até hoje. Podemos conjecturar então que a montagem do filme não será mais inovadora, porque vem sendo copiada há mais de 20 anos, mas ao menos será ousada esteticamente, com a clássica divisão em capítulos, sem respeito à ordem cronológica. Sendo um novo Pulp Fiction, pode-se esperar muito humor negro, nonsense, sangue espirrando da tela e personagens gritando mothafuck. Além de Pulp Fiction, pelo título, é possível esperar referências à Era Uma Vez no Oeste e Era Uma Vez na América, obras seminais de Sergio Leone.

O começo da despedida de Tarantino

'Once Upon a Time' on set filming, Los Angeles, USA - 24 Jul 2018

Tarantino já declarou que pretende se aposentar após o décimo filme. Este será o nono. Isso é conversa pra boi dormir ou será verdade? Eu, particularmente, fico dividido: embora queira que ele continue velhinho dirigindo filmes como Martin Scorsese e Clint Eastwood, também acho que terminar a carreira no topo é uma boa maneira de evitar uma possível decadência. Enfim, o tempo dirá.

 

 

Anúncios


Categorias:Cinema

Tags:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: