Wong Kar-Wai em 5 filmes

20180119-155425

Frequentemente fotografado de óculos escuros e roupas pretas, o cineasta chinês Kar-Wai Wong pode passar uma impressão sombria. Os seus filmes, porém, estão longe de ser nefastos, sendo que a principal característica que podemos lhe atribuir é uma desencantada melancolia.

Nos seus filmes, as ações das personagens são o fim e não o meio, a história contada importa menos que a maneira que ela é contada, a fotografia é embalada por uma edição frenética (ora suspensa como que para esticar o tempo, ora com vertiginosos time-lapses temporais) e sempre há aquela sensação de transitoriedade, desajuste e solidão, sempre tratada poeticamente, sempre urbana, caótica.

Abaixo explico melhor essas impressões em cinco de seus filmes:

  1. Amor à flor da pele (2000)

4a39fcc6-7374-11e8-aa4d-d2a0e82fc143_1280x720_101435

O melhor filme de amor não consumado do cinema e o ápice da estilização do diretor. Na história, dois vizinhos, uma mulher e um homem (os sublimes Tony Leung e Maggie Cheung), formam um forte vínculo depois de suspeitar de atividades extraconjugais de seus respectivos cônjuges. No entanto, eles concordam em manter seu vínculo platônico para não cometer erros semelhantes. Não bastasse essa escolha dolorosa, a trilha sonora com Nat King Cole cantando a sugestiva “Quizas, quizas, quizas” e as cenas na chuva tornam a experiência mais desencantadora ainda. O filme possui uma espécie de continuação indireta: 2046 – Os Segredos do Amor (2004).

  1. Felizes Juntos (1997)

happy-together-1997-1200-1200-675-675-crop-000000

Rodado na Argentina, país pelo qual Kar-Wai tem grande admiração, já que o estilo de narrativa fragmentada do escritor argentino Manuel Puig  é uma influência confessa para o chinês. No longa, um casal de namorados fazem uma viagem ao país latino-americano, mas acabam se separando e tomando caminhos opostos, muito por causa da imaturidade de Ho (Leslie Chaung). O tango argentino e Cucurrucucu Paloma na voz de Caetano Veloso (também utilizada em Fale com Ela e Moonlight) embalam o belíssimo filme.

  1. Amores Expressos (1994).

2861

Com uma das melhores trilhas sonoras do cinema, o filme é composto de duas histórias contadas em seqüência, cada uma com um policial de Hong Kong e seu relacionamento com uma mulher. É por vezes esquisito, por vezes doce. Foi gravado quando Kar-Wai tirou uma folga das turbulentas filmagens do épico e diametralmente diferente “Cinzas do Passado”, lançado no mesmo ano de 1994. Vale assistir Anjos Caídos, de 1995, filme-irmão desmembrado deste aqui.

  1. Um Beijo Roubado (2007)

my-blueberry-nights-041

Único filme gravado em Hollywood pelo diretor mostra Kar-Wai tentando transportar sua essência para o outro lado do mundo, o que torna o longa meio descompassado como se nunca achasse seu lugar. Na história, uma jovem solitária (a cantora Norah Jones, bem limitada como atriz) faz uma viagem de autoconhecimento pelos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que encontra uma série de personagens tão perdidos como ela ao longo do caminho. É um filme bem melancólico, com destaque para as atuações certeiras de Natalie Portman, Rachel Weisz e David Strathain.

  1. Dias Selvagens (1990)

5c66717970da09eea7d94f83acbe6db1

Segundo filme do cineasta – o primeiro foi o esquizofrênico Corrida Mortal, de 1988 – narra a história de um homem que tenta descobrir quem é sua verdadeira mãe, depois que a mulher que o criou lhe diz a verdade. Enquanto isso, é claro, ele vive um turbulento triângulo amoroso com duas mulheres. Aqui, Kar-Wai está se lapidando, engatinhando em todos os aspectos que formariam seu estilo, no caminho da maturidade que alcançaria para analisar a emoção humana em obras-primas como Felizes Juntos e Amor à flor da pele.

 

Anúncios


Categorias:Cinema, Listas

Tags:

1 resposta

Trackbacks

  1. Cucurrucucú Paloma: porque os gringos amam Caetano cantando essa música em seus filmes – Um Frame

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: